Grandes hidrelétricas e a grande cheia do Madeira

Posted on : 21-Apr-2014
Views : 19
Posted by : admin

Desde 2008, quando se iniciaram as obras das usinas hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, os impactos ambientais e sociais estão sendo denunciados pela população e diversas organizações nacionais e internacionais. As obras chegaram a ser multadas e embargadas e o Brasil foi condenado simbolicamente pelo Tribunal da Água, uma corte de ética realizada dentro do Fórum Mundial da Água realizado em Istambul (2009). Entretanto, absolutamente nada freou este suposto desenvolvimento e progresso, financiado por recursos públicos e executado por empreiteiras multimilionárias.

Em 2014, apenas dois e três anos após a inauguração das Usinas de Jirau e de Santo Antônio, o copo literalmente transbordou, foi à gota d’água que faltava para o mundo finalmente olhar para um dos maiores desastres sociais e ambientais jamais ocorridos no Brasil.

Este documentário-clipe é mais um documento que apresenta depoimentos dos atingidos pelas usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau e pela cheia do Rio Madeira, que foi amplificada pelas barragens construídas para as Usinas.

O pavio.net agradece o envio deste material desde Rondônia e se une aos grupos que estão apresentando documentos e evidências para denunciar os absurdos causados pelo descaso do poder público e a ganância das empresas envolvidas neste projeto de país que não contempla a grande maioria da população.

Postado no youtube por Lou K